Quer estar a par das novidades imobiliárias em Braga?

Subscreva a nossa newsletter e receba primeiro no seu email os mais recentes imóveis à venda!

Ao subscrever a newsletter está a concordar com a nossa Política de Privacidade.

Muitas vezes esquecemo-nos que ela existe, mas a verdade é que faz toda a diferença. Ajuda a delinear espaços, a torná-los mais ou menos confortáveis, ideais ou não para trabalhar, ler ou dormir.

 

Se soubermos apostar na luz certa para cada divisão, podemos facilitar as tarefas diárias, tornar a casa mais acolhedora e aumentar a sensação de espaço e realçar os móveis ou elementos decorativos com mais personalidade.

 

O primeiro conselho é ter em mente que nem todas as divisões da casa desempenham a mesma função ou têm o mesmo layout.

Como tirar partido da iluminação natural?

A luz natural é a ideal para qualquer casa, pois de todos os tipos de luz é a mais confortável para o ser humano. Muitas vezes, e quando não é possível alterar os vãos da casa (portas e janelas), o ideal será tirar proveito da luz natural através da pintura das paredes em cor branca ou em tons claros, assim os raios de luz refletem em maior quantidade tornando o espaço mais iluminado. 

Os espelhos também ajudam a refletir a luz, por isso, são uma opção para prolongar a luz natural em casa.

Que lâmpadas deves escolher?

Deverás optar sempre pela opção de LED. O consumo reduzido, a durabilidade e o impacto ecológico tornam as lâmpadas LED a opção ideal para a tua casa. 

Deverás escolher a intensidade da luz e temperatura de cor. Para luz ambiente, espaços de estar e de descanso deverás escolher lâmpadas de cor amarela. Por outro lado, para espaços de trabalho ou que requerem mais luminosidade deverás escolher lâmpadas de cor branca.

Sala de estar

A chave é uma iluminação indireta e potente que evite cantos escuros ou áreas sombreadas, pois fazem com que os espaços pareçam mais pequenos do que aquilo que realmente são - a luz ambiente deve ser quente. A sensação de amplitude e luminosidade pode ser aumentada graças a outras luzes difusas e candeeiros de pé com sombras matizadas, corretamente orientadas e realçando os pontos estratégicos da divisão.

Quartos

A luz central única deve ser evitada nos quartos. É um espaço noturno, portanto, os tons não precisam necessariamente de ser quentes. Ao pé da mesinha de apoio, na lateral da cama, instala iluminação direta para leitura.

Cozinha

Sendo esta divisão uma das principais protagonistas de uma casa, é importante apostar numa iluminação funcional, pontual e necessária à realização das atividades diárias. Para isso, além da iluminação geral, sugere-se a utilização de focos reguláveis ​​que também podem ser utilizados para iluminar armários altos. É ainda imprescindível a iluminação direta nas bancadas.

Casas de banho

O ideal é ter uma iluminação técnica como base e acompanhá-la com luzes mais suaves e relaxantes.

Corredores

São as únicas divisões da casa para as quais se recomenda a iluminação geral diretamente do teto.

Fonte

Idealista.pt

05 de Maio de 2021

Catarina MirandaAssistente Administrativa

Sabias que a iluminação é um dos pontos mais importantes da casa?

Quer estar a par das novidades imobiliárias em Braga?

Subscreva a nossa newsletter e receba primeiro no seu email os mais recentes imóveis à venda!

Ao subscrever a newsletter está a concordar com a nossa Política de Privacidade.
REDES SOCIAIS:

Está com dificuldades? Nós ajudamos!